ÁREAS DE PESQUISA >

Energia e Produção

ÁREAS DE PESQUISA >

Energia e Produção

Projeto BJT Susana Viana

DESENVOLVIMENTO DE MICRO REDES COM MICRO GERAÇÃO HÍDRICA E EÓLICA: Arquitetura e Projeto Piloto

news10

Este projeto visa o desenvolvimento e implementação de uma arquitetura de controle para o aproveitamento de recursos e tecnologias de micro geração em redes de distribuição de energia elétrica e se insere no âmbito das micro redes colocando-se na vanguarda das aplicações de redes inteligentes no setor elétrico brasileiro. Em adição, o projeto explora duas tecnologias de micro geração de grande potencial. Tratam-se de tecnologias de conversão de energia elétrica de caráter eólico e hídrico de baixa potência que, quando coordenadas, podem ser utilizadas na concepção de micro redes.

A arquitetura será capaz de operar conectada à concessionária permitindo o melhoramento de níveis de tensão, redução de perdas elétricas e postergação de novos investimentos em infraestrutura. Concomitantemente, será verificada a possibilidade de operação em rede isolada (desconectada da concessionária), de forma a reduzir a duração de interrupções dos pontos consumidores através da utilização de uma chave estática.
Além de uma componente metodológica, o projeto envolve o desenvolvimento de uma instalação piloto na qual a arquitetura proposta será implementada em campo e conectada em uma rede de distribuição do setor elétrico brasileiro.

Os principais objetivos a atingir com este projeto são:

1. Concepção teórica e desenvolvimento de uma arquitetura de automação e controle para micro redes alimentadas por fontes renováveis que permita o funcionamento em ilha ou em conexão com a rede de uma concessionária de energia eléctrica;
2. Desenvolvimento da topologia e controle de um conversor dedicado capaz de fazer a gestão da geração renovável intermitente, do sistema de armazenamento, das cargas a alimentar e da ligação à rede elétrica concessionada;
3. Instalação de uma micro rede de teste com a arquitetura definida nas etapas inciais do projeto para que esta possa ser aferida, afinada e validada.
Para o desenvolvimento deste projeto foi feita uma parceria entre três instituições, o INESC P&D BRASIL, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e a Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). O coordenador do projeto é o Prof. Doutor Jose Pissolato Filho, coordenador do Laboratório de Alta Tensão da FEEC da UNICAMP.