ÁREAS DE PESQUISA >

Ambiente e Saúde

ÁREAS DE PESQUISA >

Ambiente e Saúde

Projeto Universal de Ana Pinto

SENSORES INTERFEROMÉTRICOS EM FIBRAS MICROESTRUTURADAS PARA APLICAÇÕES BIOMÉDICAS

img_sens_bio_med_apps

O monitoramento de parâmetros como a pressão e a temperatura, em tempo real, é de grande interesse em várias áreas de aplicação da medicina. As fibras ópticas são uma tecnologia eficiente para estas aplicações devido a propriedades como: (a) bio-compatibilidade; (b) baixa condutividade térmica; (c) imunidade a interferências eletromagnéticas; (d) fácil adesão a tecidos biológicos; (e) dimensões reduzidas e peso leve; (f) capacidade de operação remota; e, (g) capacidade de multiplexação. Fibras óticas já foram usadas como sensores em aplicações biomecânicas e biomédicas, tais como medições de pressão intravascular e intracardíaca, intramuscular e intracompartamental, intracranial, entre outras. Também já foram usadas fibras óticas para a medição de outros parâmetros, tais como temperatura, força, strain e posição, em campos de aplicação como micro-cirurgia, monitoramento cardíaco e respiratório, cirurgia robótica, procedimentos em imagologia de ressonância magnética e análise das propriedades mecânicas dos tecidos. As fibras ópticas permitem o monitoramento em tempo real , abrindo a possibilidade de adoptar medidas corretivas e preventivas de forma imediata, uma vantagem que cada vez se demonstra mais importante em aplicações na área da biomedicina.

O projeto visa o desenvolvimento de trandutores baseados em fibras ópticas, em particular fibras microestruturadas, para sensoriamento de vários parâmetros para aplicações em áreas da medicina, em especial para instrumentação biomédica.

Os sistemas de sensoriamento serão realizados usando estruturas interferométricas baseadas em fibras microestruturadas, ambos customizados para aplicações biomédicas. Para obter as estruturas pretendidas será realizado o desenvolvimento de sensores interferométricos de temperatura, pressão, deslocamento e strain, sua respetiva caracterização, e desenvolvimento do sistema de interrogação adaptado a cada sensor e respetiva aplicação.

Os principais produtos esperados deste projeto são:

  • Novos sensores interferométricos baseados em fibras microestruturadas;
  • Novos sistemas de interrogação para sensoriamento;
  • Sistemas de sensoriamento costumizados a aplicações biomédicas.

Entidades Envolvidas

logo_projeto_cnpq Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Brasil
  logo_projeto_udesc Universidade do Estado de Santa Catarina Brasil
 logo_projeto_inescbrasil INESC P&D Brasil Brasil
 logo_projeto_ufcg Universidade Federal de Campina Grande Brasil